Como tornar a iluminação da sua indústria sustentável?

A iluminação industrial se difere da iluminação residencial em vários aspectos – na quantidade, na intensidade, nos formatos de lâmpadas etc. Porém, existem necessidades em comum entre esses dois dois ambientes: tanto no contexto empresarial quanto no residencial, a iluminação deve gerar economia, durabilidade, qualidade.

Além disso, é preciso pensar também no aspecto sustentável da iluminação, principalmente em ambientes onde a iluminação é intensa, como nas indústrias.

Economia e durabilidade: as principais vantagens da iluminação de LED

No seu artigo intitulado “LEDs versus lâmpadas convencionais”, a arquiteta e urbanista Francis Bergmann Bley, especializada em Iluminação pelo IPOG, observa que, após o investimento na obtenção da iluminação de LED, a minimização do consumo de energia e das trocas de lâmpadas (por causa da sua vida últil) fazem com que o investimento inicial seja, de fato, compensado. Para Bley, quando se trata de indústrias, o retorno é ainda mais evidente, pois o uso mensal da iluminação nas empresas é muito maior do que nas residências; assim, o uso de LEDs torna-se viável sobretudo em espaços onde a iluminação é intensa, como em ambientes comerciais.

O estudo de Francis Bergmann Bley também observou a relação das lâmpadas de LED com outros aparelhos que consomem energia, como é o caso dos ares condicionados. Segundo Bley, “o uso de ar condicionado, muito frequente em espaços comerciais, pode ser outro fator a contribuir com o retorno financeiro, sabendo-se que quanto menor for a potência consumida pela lâmpada, menor será o consumo do aparelho para retirar o calor transferido para o ambiente”.

Qualidade de vida de funcionários e colaboradores

Além da durabilidade e da economia, a qualidade da iluminação de LED merece ser mencionada. Seja qual for o ramo de uma indústria, certamente ela lida com diversas atividades, como as que são desenvolvidas no escritório, na recepção, na parte prática (fabricação ou vendas, por exemplo) etc.

Um dos grandes benefícios da iluminação de LED para funcionários e colaboradores de uma empresa está relacionado à temperatura da cor da luz que a LED produz. Os termos “branco frio” e “branco quente” são comumente conhecidos – eles correspondem à temperatura de cor da lâmpada, e são indicadas em graus Kelvin na embalagem do produto.

Para que um ambiente fique ideal para o trabalho ou estudos, os tons azulados e frios são os ideais, já que possibilitam maior produtividade e concentração. Além disso, a temperatura de cor mais fria é mais indicada para gerar a impressão de um ambiente mais energizante, ideal para ambientes corporativos.

Sustentabilidade através do uso de lâmpadas de LED

Um dos principais diferenciais das lâmpadas de LED é a ausência do mercúrio (Hg) e outros resíduos tóxicos em sua composição. Ao contrário das convencionais, essas lâmpadas não possuem filamentos metálicos, gases, radiação ultravioleta, infravermelho e outros que agridem o meio ambiente. Quando evitadas em larga escala, todas essas substâncias poupam o meio ambiente de grandes agressões.

A sustentabilidade através do uso de lâmpadas de LED no contexto industrial ocorre essencialmente porque, sem resíduos tóxicos, elas evitam impactos ambientais, como a contaminação do ar, do solo e da água, não comprometendo, assim, a qualidade de vida das pessoas, dos animais e do meio ambiente como um todo.

Clique aqui para acessar o artigo citado no texto.

 

Equipe Poliled.